Notícias

ORTOPEDISTA EM ATUALIZAÇÃO
22/07/2019

O médico Dr.Éverton Rigo, especialista em traumas e sequelas ósseas do Centro de Ortopedia e Traumatologia Integrado - COTI, participou de 18 a 20 de julho do XVI Congresso Brasileiro Ortopédico Osteometabolismo – CBOOM, que ocorreu em Campinas/ São Paulo.
O evento teve como objetivo proporcionar o mais alto conhecimento científico na área de osteometabolismo ósseo, reunindo médicos de diversas áreas da saúde, do Brasil e do Exterior. Dr.Éverton foi busca de atualização principalmente sobre Osteoporose, que é uma doença que atinge grande parte das pessoas idosas. Segundo o ortopedista “é de extrema importância dar atenção para essa doença, pois ela vai enfraquecendo as estruturas ósseas tornando o paciente mais suscetível à ocorrência de fraturas”.


CISTO DE BAKER
01/06/2019

Geralmente,  os cistos de Baker se desenvolvem em adultos entre  dois tendões atrás do joelho. O aparecimento aumenta com a idade. Esses cistos são preenchidos pelo líquido, que normalmente, tem dentro do joelho e indicam algum problema articular, como lesão de menisco ou artrose (desgaste).

SINTOMAS

Os pacientes podem queixar-se de dor e sensação de pressão na região posterior do joelho, assim com os sintomas das patologias associadas. A sua ruptura pode causar dor e inchar a parte posterior do joelho e perna, podendo até confundir com trombose.

DIAGNÓSTICO 

O ultrassom permite delimitar o tamanho e a localização do cisto e avaliar o seu conteúdo. A ressonância magnética é útil na suspeita de lesões associadas ao cisto de Baker.

TRATAMENTO

O tratamento do cisto de Baker em adultos é focado na patologia de base. Os pacientes, geralmente tem uma massa em região posterior do joelho. Em crianças, os cistos geralmente são assintomáticos e regridem. Por isso, não necessitam de intervenção cirúrgica. Ao contrário dos adultos, os cistos nas crianças não estão associados com patologia intra-articular.

Se o cisto persistir sintomático, em adultos, a cirurgia para a sua remoção pode ser realizada, em casos selecionados.

 

 


ARTROSE DE QUADRIL
13/05/2019

Artrose de quadril também conhecida por desgaste de quadril ou coxartrose é a perda da cartilagem entre a cabeça do fêmur e o acetábulo (ver foto). Geralmente acomete pessoas acima dos 45 anos, porém, jovens também podem apresentar a doença. Quanto mais cedo a doença for diagnosticada maiores são as opções de tratamentos não cirúrgicos.

SINTOMAS

Os primeiros sintomas são as dores na região da virilha ao caminhar, que podem se irradiar para joelho e parte interna da coxa; e posteriormente, a diminuição do movimento do quadril, com dificuldades para atividades básicas do dia a dia, como simplesmente calçar uma meia ou sapato. O paciente acaba por “mancar” devido a dor podendo inciar problemas na coluna lombar que antes não existiam.

CAUSAS  

As causas podem ser diversas, como acidente com fraturas do quadril no passado, origem genética e fatores externos como pacientes que trabalham no pesado no dia a dia.

DIAGÓSTICO

O diagnóstico é feito no consultório através do exame físico do paciente e com um simples exame de RX, não necessitando de Ressonância Magnética ou outros exames mais complexos.

QUANDO A CIRURGIA É INDICADA?

A cirurgia é indicada para a melhora da qualidade de vida do paciente, sendo indicada quando todas as outras tentativas para aliviar a dor falharam. A cirurgia tem por objetivo o alívio da dor e a retomada de atividades que antes eram feitas pelo paciente.

COMO É REALIZADA A CIRURGIA?

A cirurgia realizada é a Artroplastia do Quadril, que é a colocação de uma prótese no quadril. Esta substitui a articulação com desgaste e permite que o paciente faça as suas atividades sem dor e sem limitação do movimento do quadril.

COMO É O PÓS-OPERÁTORIO?

Geralmente, no pós operatório, o paciente já inicia a caminhada ainda no hospital sob supervisão da equipe médica e de fisioterapia. É utilizado um andador para auxiliar na caminhada e a maioria dos pacientes já sai do hospital caminhando.

 

 

 


ORTOPEDISTA EM ATUALIZAÇÃO
29/04/2019

O médico Dr.Éverton Rigo, especialista em traumas e sequelas ósseas do Centro de Ortopedia e Traumatologia Integrado -COTI, participou nos dias 27 e 28 de abril, em São Paulo, do curso de atualização sobre "Método de Ponseti para tratamento do pé torto". O método de Ponseti consiste basicamente em técnicas de manipulação gessada como uma das formas tratamento para a correção dos pés.

O objetivo do evento foi realizar um trabalho conjunto com outros serviços de referência no país, visando erradicar os casos de pé torto congênito no Brasil. Segundo o Dr.Éverton "o intuito de participar do evento foi especializar-se em diagnosticar e tratar a patologia, e assim tentar diminuir o número de casos de pessoas adultas com deformidades crônicas por sequelas de pés tortos congênitos não tratados, principalmente entre meus pacientes", afirmou o médico.


LOMBALGIA
09/04/2019

É uma dor que ocorre de repente, geralmente após um esforço físico intenso. As dores são fortes, limitando qualquer movimento da região acometida, o que geralmente dura em torno de uma semana. Ela é considerada a causa mais comum de dor lombar aguda (o termo agudo significa que a dor é recente: foi instalada por menos de 6 semanas).

CAUSAS

A lombalgia pode ser o resultado de um trauma na região lombar, após um esforço intenso. Ou também após a prática de uma atividade esportiva sem aquecimento prévio ou trauma repetido.

SINTOMAS

A lombalgia pode ser caracterizada por uma dor abrupta e localizada na parte inferior das costas, o que limita muito a mobilidade. Na maior parte dos casos, a pessoa fica arqueada abaixo, e anda em uma posição curvada e com dificuldade. A dor normalmente é aliviada quando se está deitado.

DIAGNÓSTICO

O diagnóstico pode ser feito após um exame clínico,  que normalmente é realizada a palpação do local, para avaliar o tipo de lesões geradas e o nível de dor. Geralmente, diante de uma descrição típica do início dos sintomas (muitas vezes um esforço para levantar algo pesado), nenhum exame adicional é necessário.

TRATAMENTO

O tratamento inicial é a partir do uso medicamentos, para redução da dor, geralmente analgésicos convencionais ou antiinflamatórios. Os relaxantes musculares, também podem ser prescritos. 

E para evitar a ocorrência de lombalgia é necessário seguir algumas  recomendações, entre elas, evitar carregar objetos pesados. 

 

 


CISTO SINOVIAL
23/03/2019

O cisto sinovial geralmente fica na parte de trás do punho, acima dos tendões extensores ou do espaço articular. É um “inchaço” preenchido com um líquido gelatinoso (líquido sinovial).

COMO SE FORMA E QUAIS OS SINTOMAS:

Ele pode aparecer espontaneamente ou como resultado de trauma. 

Os sintomas que predominam no cisto sinovial é o desconforto estético, especialmente em mulheres, onde o inchaço pode ser visto como um descontentamento para o paciente, especialmente se a lesão se encontra na face dorsal, chamada "social" da mão. É uma tumefação (inchaço) da pele elástica e suave, muitas vezes indolor. A dor às vezes aparece com realização de atividades, particularmente em flexão ou extensão forçada.

TRATAMENTO:

Em muitos casos eles desaparece espontaneamente. No entanto, no caso de cistos dolorosos,função volumosa, limitante ou por razões estéticas, o tratamento pode ser proposto, consideraremos desde os mais simples ao mais complicado, como:

  • Punção simples;
  • Punção e infiltração de medicações;
  • Ressecção cirúrgica.

Ressecção cirúrgica aberta: é o método de escolha com excelentes resultados, consiste na remoção de toda a bolsa cística.


JOANETE
14/03/2019

O joanete, também conhecido como hálux valgo, é a formação de uma saliência óssea na articulação do hálux (dedão), fazendo com que esse se desloque para o lado e apresente dores e dificuldades em usar calçados mais justos.

CAUSAS:

É uma deformidade óssea mais comum nos pés dos adultos, sendo mais comum nas mulheres.

Entre as suas principais causas, está:

  • Uso de calçados de salto, bico fino e apertados;
  • Alterações na forma do pé;
  • Doenças reumatológicas;
  • Hereditariedade.

SINTOMAS:

Os mais referidos, são:

  • Saliência óssea parecida com um calo;
  • Dor e calor na articulação por causa inflamação;
  • Formação de calosidades nos outros dedos;

TRATAMENTO:

O tratamento pode ser cirúrgico e não cirúrgico.

O não cirúrgico visa à correção da deformidade,buscando aliviar os sintomas e impedir a progressão do desvio. Para atingir esses objetivos, a medida é trocar os sapatos apertados e duros por outros mais folgados e macios, sem salto ou com salto baixo, recursos terapêuticos (utilização de protetores ortopédicos sobre a área deformada da articulação e de separadores entre os dedos). E se necessário o uso de medicamentos.

O tratamento cirúrgico é indicado quando o tramento terapêutico e medicamentoso não surgem efeito.  

RECOMENDAÇÕES:

  • Cuide na hora de comprar sapatos. Eles precisam acomodar os pés com conforto para não interferir na distribuição equilibrada do peso do corpo;

  • Lembre, na hora de comprar calçados, que os pés aumentam um pouco de tamanho no fim do dia ou quando envelhecemos. Por isso, é sempre melhor que a ponta dos dedos não encoste na frente do sapato;

  • Não use o mesmo par de sapatos ou de tênis por dias seguidos para evitar o atrito sempre no mesmo ponto dos pés;

  • Ande descalço, sempre que possível, especialmente em terrenos irregulares ou na areia, para fortalecer os dedos e articulações dos pés;

  • Procure um ortopedista, se seus pés estiverem doloridos ou notar alguma alteração no seu formato e aparência.


ENTORSE DE TORNOZELO
04/03/2019

O entorse é uma lesão dos ligamentos do tornozelo, na maioria das vezes após um mau movimento do pé. Com a exceção de entorses graves, a maioria cura sem complicações.

O tornozelo torcido é um trauma dos ligamentos externos do tornozelo, na maioria das vezes seguindo um movimento do pé para dentro ao mesmo tempo que um movimento para fora do tornozelo ("inversão").

O grau de gravidade da entorse depende do número de estruturas anatômicas lesadas. Isso pode variar desde um simples alongamento dos ligamentos externos (caso benigno), até a sua ruptura, podendo envolver a cápsula articular (caso grave).

SINTOMAS:

Os sintomas de um tornozelo torcido podem ser os seguintes:

  • O tornozelo é doloroso;

  • O tornozelo está inchado (edema);

  • Suporte para os pés é difícil ou impossível;

  • Um hematoma é visível sob a pele do tornozelo;

E quando a entorse é mais grave:

  • O tornozelo é deslocado (luxação), neste caso, uma deformação é claramente visível;

  • O tornozelo sangra porque a pele do tornozelo abriu;

  • O pé é insensível ou parece adormecido.

FATORES DE RISCO:

Algumas situações aumentam o risco de entorses,como:

  • Atividades de esportes (basquete, futebol, etc.);

  • Atividades que tenham mudanças repentinas de direção (tênis, padel, etc.);

  • Calçados instáveis ​​(salto alto), pouco adaptados à atividade ou gastos (especialmente na parte externa do calçado).

Outros fatores de risco estão relacionados à própria pessoa,como:

  • Idade: pessoas ativas entre 15 e 40 anos são as mais afetadas;

  • Distúrbios da propriocepção (alteração da percepção inconsciente e automática da articulação no espaço, resultando em uma capacidade reflexa pior para corrigir uma posição errada ou restaurar o equilíbrio);

  • Distúrbios de coordenação devido à fadiga ou ao consumo de álcool ou outras substâncias.

TRATAMENTO E DIAGNÓSTICO:

O diagnóstico é essencial porque a entorse é às vezes associada a um osso quebrado na articulação do tornozelo, ou até mesmo um osso distante no pé ou na perna. Em geral, o exame cuidadoso e a radiografia são suficientes para fazer o diagnóstico correto. E o tratamento  depende da gravidade do entorse.


SÍNDROME DO TÚNEL DO CARPO
24/02/2019

A síndrome do túnel do carpo é a síndrome compressiva mais comum, na qual existe uma condição que causa um aumento de pressão do nervo ao nível do punho. Ocorre mais em mulheres, principalmente após a menopausa, porém condições da tiróide (hipotireoidismo), artrite reumatóide e o diabetes também podem ser associados a esta síndrome.

A pressão sobre o nervo pode acontecer de várias maneiras, incluindo:

  • Inchaço do revestimento dos tendões flexores, chamado tenossinovite;

  •  Luxações e fraturas de punho;

  • Artrite reumatóide e por retenção de líquidos durante a gravidez.

SINAIS E SINTOMAS: 

Entre os sintomas desta condição, podem incluir:

  • Dor e diminuição da sensibilidade nos dedos com clínica de formigamento nas mãos; 

  • Perda de força com tendência de deixar cair as coisas e até mesmo atrofia da musculatura da mão nos casos mais graves.

Mas o mais comum é o formigamento, geralmente sentido durante a noite, mas também pode ser notado durante atividades diárias, como dirigir ou segurar um objeto. Em casos graves, a sensação e a força podem ser permanentemente perdidos.

DIAGNÓSTICO:

O diagnóstico pode ser feito através de exame clínico e exames de imagem.

TRATAMENTO:

Os sintomas podem ser aliviados sem cirurgia. As opções de tratamento conservador são:

  • Mudança dos padrões de uso da mão (ajuda a reduzir a pressão sobre o nervo);
  • Uso de tala em punho durante a noite (ajuda a aliviar os sintomas que interferem com o sono);
  • Uso de medicamentos.

E, nos casos que não há melhora, é indicado o tratamento cirúrgico.

 


EQUIPE COTI PARTICIPA DE EVENTO ACADÊMICO
05/12/2018

Os médicos Everton Rigo, Gustavo Ghellioni, Gustavo Poleto e Ticiano Posser do Centro de Ortopedia e Traumatologia Integrado – COTI, estiveram presentes na apresentação do ‘2° Projeto Integrador – Ensino Estratégico em Relações públicas’ promovido pelo Curso de Relações Públicas da UNIPAMPA/São Borja. 
Na ocasião foi apresentado aos médicos o plano estratégico de comunicação 2019 para o COTI, elaborado pela discente Elisandra Matos.

Foto:Taise Velmud


TRAUMATOLOGISTA REALIZA CIRURGIA INÉDITA
01/12/2018

O médico traumatologista/ortopedista Éverton Rigo realizou um procedimento cirúrgico chamado de tibialização da fíbula, primeira vez realizada na região, que é a restauração de um segmento ósseo. Dr. Éverton é subspecialista em fraturas, infecções e sequelas ósseas e atua no centro de ortopedia e traumatologia integrado/ COTI.

Neste caso foram retiradas 16 cm de tíbia e foi realizado uma substituição com enxerto vascularizado do próprio paciente , a intenção é agilizar o processo e fazer com que o osso se hipertrofie, aumente de volume, fazendo com que volte a andar sem ajuda de aparelhos. Dr. Éverton tem formação em reconstrução óssea, com uso de fixadores externos circulares afirma que “o procedimento só foi possível devido sua especialização e a ajuda de uma equipe multidisciplinar do Hospital Ivan Goulart” conclui o ortopedista.

Agendamentos e maiores informações devem ser retiradas no Centro de Ortopedia e Traumatologia Integrado – COTI, localizado no Centro Comercial Andradas, pela rua Gen. Osório sala 107 ou através dos telefones 55.3431.5051 e 3431.5260.


TRAUMATOLOGISTA EM ATUALIZAÇÃO
28/11/2018

O médico traumatologista Dr.Gustavo Poleto esteve participando do 14° Curso de Cirurgia Avançada de Quadril que aconteceu no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Dr. Gustavo é subspecialista em cirurgia de quadril e que atua no novo centro de ortopedia e traumatologia integrado/ COTI.

O encontro reuniu cirurgiões de grandes centros de cirurgia de quadril do Brasil e do Mundo, e contou com participação de médicos de referência internacional. No evento foram discutidas diversas técnicas cirúrgicas e apresentadas as recentes técnicas em cirurgia de quadril.

Agendamentos e maiores informações devem ser retiradas no Centro de Ortopedia e Traumatologia Integrado – COTI, localizado no Centro Comercial Andradas, pela rua Gen. Osório sala 107 ou através dos telefones 55.3431.5051 e 3431.5260.


MÉDICO REALIZA CAPACITAÇÃO
26/11/2018

O médico traumatologista/ortopedista Gustavo Ghellioni, participou do curso de videoartroscopia de ombro, no estado de São Paulo/SP. Dr. Gustavo é subspecialista em cirurgia de ombro e cotovelo e que atua no novo centro de ortopedia e traumatologia integrado/ COTI.

O curso foi promovido por uma empresa Multinacional com sede em Naples-EUA, que contou com a participação de 6 novos cirurgiões de ombro do sul do Brasil, com o objetivo de aperfeiçoamento de técnicas cirúrgicas por vídeo no ombro

Segundo o especialista é de extrema importância o profissional estar se atualizando para melhor atender as demandas das patologias com técnicas menos invasivas, a fim de manter a qualidade e modernidade no atendimento para benefício aos pacientes do COTI.

O Centro de Ortopedia e Traumatologia Integrado/COTI, fica localizado no Centro Comercial Andradas, 2115 - Rua General Osório/sala 107. Para maiores informações ligue para o telefone (55) 3431-5051 ou (55) 3431-5260.


A INAUGURAÇÃO DO CENTRO DE ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA INTEGRADO - COTI EM SÃO BORJA/RS
24/11/2018

Inaugurado no dia 16/04/2018 o Centro de Ortopedia e Traumatologia Integrado - COTI, conta com uma infraestrutura moderna, onde são realizadas consultas clínicas em todas as áreas ortopédicas, com procedimentos cirúrgicos em infecções ósseas, traumas e sequelas, artroscopia, cirurgias de joelhos, de quadril, de ombro e de cotovelo.

O COTI conta com quatro profissionais ortopedistas: Dr. Everton Rigo, subespecialista em fraturas, infecções e sequelas ósseas; Dr. Gustavo Poleto, subespecialista em cirurgia de quadril e artroscopia; Dr. Gustavo Ghellioli, subespecialista em clínicas e cirurgia de ombro e cotovelo e Dr. Ticiano Posser subespecilista em cirurgia de joelho e artroscopia. Todos com formação em serviços renomados nacionalmente, capacitados a fim de prevenir, investigar, diagnosticar e tratar doenças musculares e fraturas de forma humanizada e segura.

A inauguração do novo centro teve a realização de uma coletiva de imprensa, que contou com a participação dos diretores da instituição, médicos do COTI e imprensa local e da região.

O consultório está localizado no Centro Comercial Andradas, 2115 - Rua General Osório/sala 107.
Para agendamentos de consultas e maiores informações ligue para o telefone (55) 3431-5051 ou 3431-5260.


Centro de Ortopedia e Traumatologia Integrada @ 2020 | Todos os Direitos Reservados.